Com a rotina agitada das grandes cidades, cada vez temos menos tempo para cuidar dos afazeres de casa e manter o lar em ordem. Neste sentido começaram a surgir diversos profissionais especializados em arrumação doméstica, com consultorias que vão até a casa do cliente e mostram técnicas e métodos para acabar de vez com a bagunça. Uma das gurus mais conhecidas nesse campo - que  já foi considerada pelo New York Times como uma das 100 mulheres mais influentes do mundo - a japonesa Marie Kondo é autora do livro best seller A Mágica da Arrumaçãoque promete revelar todos os segredos sobre o método de organização desenvolvido por Marie, o KonMari.


Confira a seguir os 10 mandamentos para você começar a ter uma vida organizada.


livro-arte-arrumacao


1. Arrume tudo de uma vez


Segundo a autora, acreditar que se pode arrumar uma gaveta por vez, deixando o resto para depois, é uma armadilha que leva à frustração. Organizar a casa é promover uma revisão do estilo de vida e do nosso jeito de pensar, por isso uma ruptura radical é necessária.


2. O primeiro passo é descartar


Admita, muitas das coisas que você guarda com a desculpa de que um dia pode precisar só ocupam espaço. De acordo com Marie 60% daquilo que acumulamos é inútil! Por isso, o primeiro passo para uma casa organizada é se livrar da tralha.


3. Jogue fora tudo que não lhe traz alegria


Esse é o conceito que fundamentou a filosofia de Marie e que tornou o seu livro sucesso absoluto. Com apenas uma pergunta: “Isso me traz alegria?” é possível se desfazer de pelo menos metade dos pertences.


4. Separe as coisas por categoria


Um erro comum é separar os pertences por cômodos, e não por categoria. Isso significa que você terá papéis, roupas e livros por todos os quartos da casa, ou seja, mais fácil de bagunçar.  Organizar tudo por categoria permite ter uma noção global dos pertences e evita o surgimento de novos focos de bagunça.


5. Deixe tudo visível


Seja sincera: roupas, roupas de cama ou livros que ficam embaixo da pilha geralmente são esquecidos, não é mesmo? Isso porque, segundo Marie, empilhar é o mesmo que arrumar sem critérios. Organizar é deixar todos os objetos à vista e acessíveis.


6. Deixe itens sentimentais por último


Começar a arrumação por álbuns de família ou brinquedos da infância aumentam as chances de fracasso. Quando nos envolvemos emocionalmente perdemos o foco no essencial, comece pelos pepinos mais óbvios e que ocupem mais espaço.


7. Evite a intromissão dos parentes


Ouvir conselhos de mãe, avós ou irmãos só atrapalham nessa hora. Muitas vezes pessoas de fora podem não entender os motivos pelo qual você se desfaz de certas coisas, por isso o recomendado é encarar essa tarefa sozinho.


8. Prefira o silêncio


Arrumar a casa deve ser encarado como uma terapia até mesmo interior, por isso televisão ligada, som alto ou conversa fiada são só distrações desnecessárias. Marie Kondo recomenda, no máximo, ouvir música instrumental amena - e em baixo volume.


9. Não compre produtos especiais para organização


Quem também já se animou com organização e acabou com várias caixas, arquivos e divisórias que nunca foram utilizadas? É enganoso pensar que a solução está no suporte, e não em dar fim a bagunça.


10.  Faça da organização uma rotina


Esse é talvez o mais importante e também o mais difícil de ser cumprido. Resista à tentação diária de largar roupas e pertences pelo sofá e só relaxe depois de colocar cada coisa em seu devido lugar.