Você já viu esse filme: com o verão e as altas temperaturas, edredons, mantas e roupas de cama pesadas vão para o fundo do armário para liberar espaço. Ou então, com o fim das férias, é hora de deixar a casa de praia e aquele conjunto de toalhas ficará guardado até o próximo ano. Aí quando você as retira do armário, estão cobertas de manchas e com um odor estranho. O que acontece em muitas vezes é que, em locais úmidos e pouco arejados, as peças costumam criar mofo, algo comum e fácil de ser contornado.  Veja a seguir nossas dicas para evitar o mofo nas suas roupas de cama:



  • Lave todas as roupas de cama antes de guardá-las, mesmo que tenha usado só uma vez. Isso porque fungos e traças se alimentam das nossas células mortas e de tecidos naturais, como o algodão, por isso é essencial lavá-las e secá-las bem antes de armazenar.

  • Com o enxoval limpo, armazene-o em sacos de tecido que permitem ventilação, como os de TNT, cheio de furinhos, mas que protegem da poeira. Sacos plásticos devem ser evitados porque não deixam o ar circular.

  • Entre as dicas caseiras para evitar o mofo estão inserir folhas de louro no saquinho e limpar as prateleiras do armário com vinagre de maça ou óleo de cravo, pois são repelentes naturais e esterilizam o armário.

  • Areje e exponha as roupas de cama ao sol pelo menos uma vez por mês para evitar mofo.


Se mesmo com esses cuidados você se deparar com lençóis com manchas de bolor, não se apavore, nem tudo está perdido. Para as peças em algodão, o indicado é aplicar álcool no local da mancha e esfregar em seguida. Se isso não resolver, lave-as novamente colocando 200 ml de vinagre branco dissolvidos em 2 litros de água no último enxágue. Você também pode deixar a peça de molho nessa mistura por 20 minutos. Evite água sanitária e limão, pois eles podem desbotar ou amarelar a roupa, danificando o tecido.


Para mais dicas de como armazenar as roupas de inverno veja o post Armazenando o enxoval de inverno.