Sustentabilidade também é tendência na decoração viva da casa, que enche o ambiente de energia


As plantas invadiram o lar, tanto as folhagens como as flores. Elas podem sim fazer parte do ambiente e em diversos cômodos, como sala, quarto e até banheiro. Além disso, elas renovam o ambiente e enchem a casa de energia. Os vasos com samambaias, por exemplo, quebram a rigidez de uma estante criando pontos de destaque.



Para dar um ar mais rústico, as gavetas de um armário antigo, por exemplo, podem receber avencas, ciclantos, costelas-de-adão, jiboias, ripsális, entre outras. Até as molas de um colchão usado podem servir de base para a planta barbas-de-velho. Para dar ainda mais harmonia ao local, os tecidos Acquablock da coleção Selva Urbana dão aquele charme com produtos como o Duna Confrei, em tom de verde bandeira, e o Duna Bege.






Uma planta coringa para quem não tem muito tempo ou é meio esquecido é a orquídea. Campeã no uso interno, ela pede poucos cuidados. Por ser bastante delicada, é melhor escorar sua haste com um tutor. E vale a pena substituir os vasos de plástico pelos de barro, pois são porosos e drenam melhor a água. A planta deve ser cultivada à meia-sombra, recebendo iluminação indireta.


As suculentas são plantas que apresentam raiz, talo ou folhas engrossadas, característica que permite o armazenamento de água durante períodos prolongados. Bastante fáceis de cuidar, elas costumam “avisar” do que precisam, basta prestar atenção aos detalhes. Se as folhas começarem a murchar, aumente gradativamente a quantidade de água; se as folhas da base começarem a apodrecer, diminua. Se ela ficar fina e perder muitas folhas, não está recebendo a quantidade necessária de luz. O ideal é proporcionar pelo menos quatro horas diárias de sol para que elas sobrevivam com saúde.


Se mesmo assim você optar por ter menos plantas em casa, a solução para deixar o ambiente com cara de natureza pode ser um tecido para estofar cadeiras, sofás, almofadas ou espreguiçadeiras com estampa florida, como o Bahama Preto, com delicadas flores brancas e rosas, e o Búzios, que mescla mais claras, como o rosa, o verde o branco.