Quem viu o vídeo “Artesã de Histórias”, uma homenagem que a Karsten prestou às mulheres no Dia Internacional da Mulher, certamente ficou emocionado com os depoimentos das artesãs. São mulheres que talvez nem se conheçam, que moram em diferentes cidades, que têm vidas, raças, credos, cores e gostos distintos, mas que têm em comum o amor pelas artes manuais. Só que muito mais que uma paixão ou um hobbie, para todas elas o artesanato é, além de fonte de alegria e bem-estar, uma importante fonte de renda que muitas vezes sustenta a família e a casa.


Faz muito tempo que o artesanato deixou de ser só mais um passatempo para virar profissão. Uma profissão linda, que exige talento, dedicação e que só cresce no Brasil. Durante todo o ano, em várias regiões do Brasil, acontecem grandes feiras, que reúnem artesões de diversos estados e até de outros países. Com mais de 8,5 milhões de artesões no pais, hoje o mercado de artes manuais corresponde a 2,5% do PIB brasileiro.


Dentro desses números é fácil encontrar artesãos que usam seu dom e seu amor pelo bordado, crochê, pintura, biscuit, quilling, patchwork, decoupage e outras tantas técnicas aplicadas à decoração e roupas de cama, mesa e banho para gerar renda para a família.


Artesanato, hoje, é muito mais que um passatempo lucrativo. É uma profissão prazerosa, que ajuda a pagar a faculdade de um filho, a realizar o sonho da casa própria e sair do aluguel, a comprar um carro, a investir no próprio negócio e a alcançar várias outras conquistas. Enfim, um artesão é, acima de tudo, um empreendedor, que usa sua arte para ser e fazer feliz e melhorar de vida com trabalhos feitos à mão e de coração. É por isso que cada peça é única e carrega uma história de amor e superação.


Um beijo, Karsten Ateliê